quinta-feira, 8 de outubro de 2009

A Importância da Oralidade nas sociedades africanas subsaarianas

Até os dias atuais, a maior parte das sociedades africanas subsaarianas consideram a importância da oralidade (fala), ao conhecimento adquirido,transmitido de geração para geração por meio das palavras proferidas com cuidado pelos tradicionalistas- os guardiões da tradição oral, que conhecem e transmitem as idéias sobre a origem do mundo, as ciências da natureza, a astronomia e os fatos históricos.
Nessas sociedade de tradição oral, a relação entre o homem e a palavra é mais intensa.A palavra tem um valor sagrado,sua origem é divina.A fala é um dom,não podendo ser utilizada de forma imprudente, leviana, de qualquer jeito ou sem critério.Ela tem o poder de criar,mas também o de conservar e destruir.Uma única palavra pode causar uma guerra ou proporcionar a paz.
Alguns ofícios (trabalhos) existentes nas sociedades africana estão relacionados à tradição oral,
a um conhecimento sagrado,a ser revelado e transmitido para as futuras gerações; é o caso dos ferreiros,carpinteiros,tecelões,caçadores e agricultores.Os mestres que realizavam essas atividades fazem-no ao mesmo tempo em que entoam cantos ou palavras ritmadas e gestos que representam o ato da criação.
Os griots ou animadores públicos também são tradicionalistas responsáveis pela história,música,poesia e contos. Existem griots músicos,tocadores de instrumentos,compositores e cantores, os griots embaixadores,mediadores em caso de desentendimento entre as famílias, e os griots historiadores,poetas,genealogistas( que trabalham a árvore genealógica,origem das famílias) este são contadores de histórias.
O aprendizado de um tradicionalista ocorre nas escolas de iniciação e no meio familiar,no qual o pai, a mãe e os parentes mais velhos também são responsáveis pelos ensinamentos, por meio de suas própiras experiências, lendas fábulas,provérbios e mitos sobre a criação do mundo.
Assim, os idosos em grande parte das sociedades africanas teêm um papel grandioso na transmissão de valores e conhecimentos para os mais jovens.
Os mais velhos por meio da sua experiência, transmitem alem dos mitos e provérbios , a moral á ética , o papel do homem no Universo,a existência do mundo dos vivos e dos mortos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

MATTOS,Regiane Agusto de.História e cultura afro-brasileira,São Paulo: Contexto,2007 .

Nenhum comentário:

Postar um comentário